Untitled Document
DESTAQUES
Página Inicial  
Gestão Ambiental  
Programas e Resultados  
Notícias dos Programas  
Notícias  
Galeria de Imagens  
Videos  
ESGA TV  
Portfólio  
 
Clipping  
Intranet  
   
O EMPREENDIMENTO
 
 
   
CONTATO
Fale Conosco  
   
CADASTRE-SE
Receba as novidades da BR-101 Sul no seu email.

 
 
 
 
Atenção usuários: DNIT/SC faz conservação de ciclofaixa em Tubarão
Notícia publicada em: 02/07/2018

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT/SC) dá continuidade nesta semana aos trabalhos de limpeza e conservação da ciclofaixa instalada na Travessia Urbana de Tubarão, em via lateral da BR-101 Sul. A faixa destinada a ciclistas estende-se por cinco quilômetros, paralela ao sentido Sul/Norte da rodovia e por três quilômetros, paralela ao sentido oposto do tráfego. A passagem está instalada em vias lindeiras, onde há tráfego local de veículos e movimentação de pedestres.  


Os trabalhos estão voltados para a retirada de sedimentos – que podem prejudicar a circulação dos ciclistas – retirada de vegetação desobstrução de captações pluviais (bocas-de-lobo) e limpeza de calçadas. As atividades foram iniciadas na semana passada e estão sendo executadas entre as ruas Dep. Olices Pedra de Caldas, José Alberto Nunes (ambas próximas do bairro Morrotes), Amarildo José da Rosa e Januario Correa Bittencourt (Humaitá e Humaitá de Cima).


Todas as atividades vão continuar nesta semana, dentro das possiblidades climáticas do tempo estável na região. Com chuva, os trabalhos serão suspensos. 


O DNIT/SC pede aos ciclistas que tenham atenção e cuidados redobrados quanto a circulação das equipes de conservação. Os espaços de limpeza são delimitados pela sinalização provisória de obras. Onde não houver esses elementos de indicação, a movimentação dos trabalhadores deve ser observada. 


Materiais sobre as pistas – O DNIT/SC vem monitorando transportadores de cargas e equipamentos pesados que circulam ou realizam atividades próximo das vias lindeiras edificadas na BR-101 Sul. 


Em empreendimentos para construções de galpões, prédios residenciais ou a formação de áreas para loteamento urbano nas margens da rodovia federal, a entrada e saída de equipamentos pesados, como caminhões basculantes ou escavadeiras, transporta sedimentos para as vias laterais a rodovia federal. 


Esses sedimentos se acumulam sobre o pavimento, e, com a abrasão entre os veículos, o resto de solo e a sinalização horizontal, causam o desgaste das faixas de eixo e bordos, bem como a anulação da capacidade de refletir a luz dos tachões refletivos bidirecionais. Com o tempo, a sinalização se deteriora, impossibilitando a visualização pelos usuários.


Outro fator negativo do acúmulo de sedimentos sobre as pistas está relacionado a trafegabilidade de ciclistas e motociclistas. A argila ou areia acumulada se transforma em potencial agente causador de acidentes, pois atua como lubrificante do pavimento, em contato com a água da chuva, por exemplo. Essa lubrificação da capa asfáltica dificulta a ação de frenagem dos veículos, sejam eles de grande ou pequeno porte.


 

 

 

Galeria de Fotos

   
12/11/2018 - Educação Ambiental faz paralelo das obras na BR-101 Sul/SC e realidade em comunidades
12/11/2018 - Conheça os riscos para quem trafega usando acostamentos da BR-101 Sul/SC
07/11/2018 - DNIT/SC inicia primagem de base para nova via lateral da BR-101 Sul, em Laguna
07/11/2018 - DNIT/SC fará manutenção em pistas da BR-101 nesta quinta-feira, 08
05/11/2018 - DNIT/SC retoma Obras Complementares, na BR-101, depois do feriado prolongado
Todas Notícias
menu_esquerdo
LAGUNA/SC
TUBARÃO/SC
PALHOÇA/SC
COMPARTILHE

Acesse a ESGA TV

 
 
 
EVENTOS AO VIVO

 

Todos os Direitos Reservados | 101sul.com.br | CONCREMAT - TECNOSOLO - WORLEYPARSONS